Como mudar de atividade ou lugar sem estresse – Autismo

Eu sempre recebo pedidos de ajuda de mães, principalmente depois da pandemia, Eu sempre recebo pedidos de ajuda de mães, principalmente depois da pandemia, sobre como mudar de atividade ou lugar sem estresse – Autismo. Pois não conseguiram voltar às rotinas com suas crianças autistas. Elas demonstram muita resistência em mudar de ambiente ou de atividade e isso causa um transtorno emocional tanto para familia quanto para as crianças. Vou deixar abaixo algumas sugestões para trabalhar com essas crianças.

A primeira delas é a programação visual e temporizadores que ajudam a promover a previsibilidade e ensinar flexibilidade.

A transição de uma atividade para outra, ou de um lugar para outro, é parte integrante de nossas vidas diárias. Ser capaz de transitar de acordar de manhã para tomar café da manhã e depois para nossos locais de trabalho nos permite manter o cronograma e participar da comunidade em geral. Esta é uma atividade que ocorre perfeitamente para a maioria de nós, mas pode ocupar uma parte significativa do nosso dia, dependendo de nossos compromissos.

como mudar de uma atividade lugar para outro sem estresse

No contexto de uma escola, as transições para crianças podem incluir:

  • Mover-se de uma área de atividade para outra (por exemplo, área de leitura para área de trabalho em grupo),
  • Mudar de uma sala de aula para outra (por exemplo, sala de ginástica para sala de arte),
  • Movendo-se para fazer fila fora da classe para o recreio
  • Mover-se para outra parte de uma aula para coletar materiais necessários para o trabalho (por exemplo, para obter planilhas ou artigos de papelaria)
  • Mover-se para uma área de espera enquanto espera para ser liberado para ir embora.

Para resumir, as transições envolvem o término de uma atividade e o início de outra ou a movimentação física de um lugar para outro para iniciar uma nova atividade. Algumas transições não são claramente definidas e podem ocorrer de forma abrupta, induzindo estresse e ansiedade para crianças no espectro do autismo.

As transições são desafiadoras geralmente porque há um forte desejo de previsibilidade e também uma falta de compreensão ou resistência à próxima atividade. Sem preparação adequada ou suporte para transições, alguns comportamentos inadequados podem surgir.

Existem duas estratégias essenciais de preparação que podemos usar para ajudar a criar uma estrutura mais previsível para as transições.

Como mudar de atividade ou lugar sem estresse – Autismo /Cronogramas Visuais

quadro de rotina para criança autista

A implementação de uma programação visual diária ou semanal ajuda a criar previsibilidade e estrutura para a criança, mostrando a passagem do tempo visualmente. Para alunos iniciantes, você pode tirá-lo do cronograma e colocá-lo em um envelope de “finalizado” quando uma tarefa ou atividade terminar para sinalizar que o tempo para a tarefa passou.

O outro objetivo do cronograma visual é permitir que a criança veja as próximas atividades, o que diminui suas ansiedades. Ao projetar a programação visual para a criança, considere o desempenho visual da criança e sua capacidade de acompanhar quantas atividades existem em sua programação. Como regra geral, os primeiros alunos devem começar com um cronograma “Primeiro-Depois” antes de passar para um cronograma de turno (cerca de 6-8 cartões de atividade).

Clique aqui e adquira o seu QUADRO DE ROTINA

O cronograma “Primeiro-Depois” é uma ótima introdução para entender quais atividades estão ocorrendo no momento e quais atividades devem ser feitas em seguida. Ele mostra sequências de duas etapas e pode ser uma boa ferramenta para ajudar uma criança a concluir uma atividade não preferida antes de passar para uma preferida.

Os cronogramas visuais também podem ser usados ​​para mostrar atividades sequenciais para rotinas diárias, como escovar os dentes, vestir-se ou limpar a mesa. Mostrar essas etapas pode ajudar a reduzir a dificuldade que as crianças com autismo enfrentam ao sequenciar informações e apoiar a compreensão das relações entre as etapas de uma atividade.

Outra maneira de encorajar a aceitação de mudanças e eventos inesperados é incluir um cartão de atividade ‘Surpresa’ para que as crianças saibam que, mesmo com planejamento, às vezes as coisas não acontecem de acordo com um cronograma definido. Ao apresentar uma atividade ‘Surpresa’ pela primeira vez, certifique-se de que seja algo divertido e que seu filho esteja ansioso. Isso funcionará para construir flexibilidade e desenvolver habilidades para lidar com mudanças repentinas no futuro.

Como mudar de atividade ou lugar sem estresse – Autismo / Temporizador visual

A passagem do tempo pode ser um conceito abstrato para algumas crianças no espectro – felizmente, para usar essa estratégia com sucesso, elas não precisam entender o calendário ou mesmo saber ler as horas. ‘Tempo’ pode se tornar mais concreto ao representá-lo como um cronômetro visual, como um cronômetro de areia ou um cronômetro de água!

Veja na intégra como a Dra Márcia, especialista em ABA ensina a confeccionar e usar um cronômetro feito de material reciclado.

Dra Márcia – Especialista em ABA / Youtube

Um cronômetro visual os ajudará a visualizar claramente quanto tempo eles têm para uma atividade, quanto tempo resta antes que a atividade termine e quando a transição para a próxima atividade começará. Para tarefas rápidas, como escovar os dentes, manter os brinquedos longe ou se vestir, considere usar um temporizador de areia ou um temporizador de água que pode ser facilmente assimilado estar e sempre à mão.

Encontrei esse temporizador de água num valor bem acessível na Shopee clique aqui pra ver

Para crianças mais velhas que realizam tarefas com mais de 10 a 15 minutos, há vários aplicativos de cronômetro disponíveis para download se um telefone ou iPad estiver acessível a elas. Alguns como ‘Countdown’ têm uma área vermelha que desaparece com o tempo para mostrar quando a tarefa está terminando.

Ser capaz de fazer a transição com sucesso é uma habilidade crucial para promover a flexibilidade, diminuir a ansiedade, reduzir o comportamento desafiador e, por último, aumentar a independência. Além dessas duas listadas, existem muitas outras ferramentas simples que podem ser usadas para dar suporte a transições. À medida que seu filho cresce e se desenvolve, lembre-se de individualizar esses recursos visuais e ferramentas para garantir que permaneçam eficazes e adequados ao desenvolvimento.

Veja como fazer temporizador de areia em casa

Canal Alex Amorim / Youtube

Espero que essas dicas te ajudem a organizar sua criança a ter uma vida social mais tranquila.

Um abraço

Veja também: 5 razões pelas quais mães de autistas são incríveis

Deixe uma resposta